Voltar para o início

Marketing de Influência vs. Publicidade

Não dá pra colocar Publicidade e Marketing de Influência dentro do mesmo saco. Embora sejam duas maneiras de fazer marketing, elas são bem diferentes. E se forem tratadas da mesma forma, não trazem os resultados esperados.

Mas tudo bem, a gente entende que exista essa confusão. O trabalho com influenciadores da web ainda é muito novo, e os profissionais ainda estão aprendendo a lidar com eles.

Pra você também não ficar perdido nesses conceitos, vamos explicar melhor as diferenças entre Publicidade e Marketing de Influência. Acompanhe:

O que é publicidade?

A publicidade faz parte das estratégias de marketing de uma empresa. Ela envolve a compra de um espaço de mídia pra divulgar a marca, produto ou serviço. Pra criar um anúncio publicitário, a empresa precisa determinar seu público-alvo e, a partir disso, escolher os veículos (TV, rádio, jornal, internet etc.) e a mensagem a ser transmitida.

O que é Marketing de Influência?

Marketing de Influência também é uma forma de divulgação, só que por meio do poder de influência dos produtores de conteúdo da web sobre a sua audiência. A empresa contrata influenciadores pra divulgarem a marca, produto ou serviço, dentro do formato e da linguagem que eles costumam usar.

Publicidade vs. Marketing de Influência: principais diferenças

Apesar de serem diferentes, muitas marcas tratam o Marketing de Influência como publicidade e os influenciadores como espaços publicitários. Só que esse pensamento não dá certo.

Vamos esclarecer: uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa. Entenda agora as diferenças:

Audiência vs. Engajamento

No modo tradicional de fazer publicidade, conta muito o número de leitores, espectadores, assinantes de um veículo, pois isso indica o potencial de alcance da marca com o seu anúncio.

Só que no Marketing de Influência, número não é tudo: importa muito mais se o influenciador tem o engajamento do público, pois o alcance, por si só, não serve pra marca se os seguidores não confiam e não se envolvem com o conteúdo.

Veículos vs. Pessoas

Lidar com veículos é uma coisa. Você só precisa escolher os canais, criar o anúncio, negociar descontos (o máximo possível!) e pagar pela veiculação.

Só que lidar com pessoas é outra coisa. Influenciadores precisam se sentir valorizados, por isso a relação não pode ser fria como os veículos de mídia. Você precisa cultivar um relacionamento com eles, pra criar afinidade com a marca e despertar o engajamento com a sua campanha.

Visão da marca vs. Visão do consumidor

A publicidade tradicional já perdeu um pouco da sua credibilidade. As pessoas não querem mais se frustrar com um produto que parecia tão perfeito no anúncio.

No Marketing de Influência, o jogo virou: não são mais as marcas que falam dos seus próprios produtos — são os consumidores. E a opinião de um consumidor é muito mais confiável do que a da própria empresa. Por isso, influenciadores têm mais credibilidade que anúncios.

Interrupção vs. Relevância

Muito da perda de credibilidade da publicidade vem também do seu caráter invasivo. Quem é que gosta daquele anúncio no meio das músicas do Spotify ou no meio do filme da TV? Haja paciência! Ou melhor: não há mais paciência.

As pessoas não são mais obrigadas a nada. Elas querem consumir apenas conteúdos interessantes pra elas. Por isso, o Marketing de Influência consegue entrar na vida dos consumidores, porque os influenciadores falam sobre temas que eles gostam.

Controle vs. Liberdade

A criação de uma campanha publicitária passa inteirinha pelas mãos da empresa. Pode ser que ela contrate uma agência de publicidade pra isso, mas as decisões e os conteúdos estão sob seu controle.

Porém, com os influenciadores, não adianta a empresa definir o conteúdo que será publicado. Os seguidores gostam mesmo é do que o influenciador publica, do jeito dele. É isso que torna o conteúdo interessante. Nesse caso, a empresa deve apostar na liberdade do influenciador, usando o processo de co-criação.

Sem entender as diferenças entre publicidade e Marketing de Influência, não adianta fazer parceria com influenciadores, pois os resultados não virão. Mas agora que você já entendeu, dá pra ir adiante! Agora, saiba como eles podem ajudar a atingir as suas metas de marketing.